Como converter a queda de desempenho em alta performance

Ações que favorecem a gestão de desempenho e o engajamento de talentos

A queda de desempenho está atrelada a objetivos não compreendidos ou até não estabelecidos e expectativas frustradas dos dois lados – empresa e colaborador. Fatores diversos como a falta de incentivo, reconhecimento, comunicação ou integração, por exemplo, podem desestimular o bom profissional, que por sua vez passará a dedicar-se menos para obter resultados. Já para o contratante, a situação pode gerar problemas com outros colaboradores, baixo retorno para o que foi investido em mão de obra/projetos e queda na competitividade.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Implementação e Gestão do e-Learning

O processo para a implementação e gestão do e-Learning requer uma série de ações que, se negligenciadas, podem fazer qualquer iniciativa fracassar

Saber gerir pessoas, prazos, custos e orçamentos de projetos de e-Learning não é tarefa simples. É importante conhecer o processo de diagnóstico das necessidades de formação, métodos, tendências do mercado. Imprescindível também trabalhar a comunicação interna e externa; fazer um alinhamento da estratégia de treinamento com os diferentes stakeholders da organização – acionistas, diretores, eventuais apoiadores e financiadores dos projetos, bem como influenciadores, especialistas que compartilharão expertises e colaboradores de diferentes níveis e áreas que participarão dos treinamentos e ajudarão no processo de divulgação dos mesmos.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Gestão de competências

Por que é importante investir na gestão de competências durante toda a trajetória do profissional dentro da organização? Confira a resposta no depoimento de Augusto Gaspar, diretor de soluções consultivas da MicroPower

Quando o profissional de RH inicia um processo de recrutamento e seleção, ele utiliza diferentes técnicas para encontrar os melhores talentos para sua organização. Uma dessas técnicas é a entrevista por Competência e Comportamentos, destacada até mesmo por Felipe Westin, especialista com 40 anos de experiência em RH e Negócios e diretor executivo da Westin Desenvolvimento de Pessoas, em seu artigo Entrevista por Competências: dicas para o sucesso!, publicado pelo Instituto Learning & Performance Brasil.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

e-Learning: conheça o perfil do novo usuário

As características do novo time de colaboradores que devemos considerar ao criar nossos cursos e-Learning

Com as novas gerações ingressando cheias de energia, novas competências e habilidades no mercado de trabalho, especialmente, no que diz respeito à tecnologia e inovação, temos um cenário de aprendizado em constante revolução, ou melhor, evolução.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Tendências: conteúdo para o LMS moderno

O conteúdo é um dos elementos determinantes para o sucesso de um treinamento 

Desde 1997, quando o termo e-Learning surgiu a partir de uma pesquisa de Elliott Masie, o aprendizado eletrônico evoluiu de forma muito rápida e multiplicadora, passando do autoe-Learning para o e-Learning presencial, aprendizado híbrido, aprendizado da web 2.0, aprendizado social (redes sociais, comunidades e mundos virtuais), móvel (e-Books, aplicativos e microblogs) até chegar ao Blended (híbrido) – combinação entre diferentes modalidades de aprendizagem e, claro, tecnologias. 

Mas como andam os conteúdos do e-Learning após 18 anos? O que está sendo feito pelo mercado no que diz respeito a conteúdo para LMS? Acompanhe duas tendências fortes que foram confirmadas em 2015 e que prevalecerão em 2016!




Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Depoimento de Marco Fincatti, da SKY, sobre a parceria de 10 anos com a MicroPower

Confira o discurso completo do diretor adjunto de desenvolvimento da SKY

Após a SKY ser reconhecida pelos 10 anos de parceria com a MicroPower, Marco Fincatti, diretor adjunto de desenvolvimento da empresa, disse à plateia que a capacitação dos colaboradores e da rede credenciada só está sendo possível por conta do MicroPower Performa. Confira o vídeo!



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Aprendizado: sua empresa está preparada para o e-Learning?

Você e sua organização estão mesmo preparados para executar satisfatoriamente o e-Learning?

Entre os nove sinais de alerta do e-Learning listados por Marc Rosenberg no livro Além do e-Learning, abordagens e tecnologias para a melhoria do conhecimento, do aprendizado e do desempenho organizacional, o especialista aponta a mínima expertise em e-Learning como um fator preocupante nas organizações.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

BIG DATA making a BIG DIFFERENCE

Tendências: Aprendizado e Alta Performance
Dados fazem uma grande diferença

Em um de meus posts sobre as tendências do aprendizado corporativo, já comentei o quão difícil é para os CLOs e gerentes de Capacitação, Treinamento ou RH justificarem para suas empresas os investimentos realizados na área de Aprendizado com dados de ganho de produtividade, qualidade ou redução de custos. Até mesmo como consequência, o tema BIG DATA vem tomando conta das mídias e das análises de tendência desse setor. 



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Conheça o módulo de Sucessão & Carreira

As empresas precisam estar atentas a todas as vantagens que o módulo de Sucessão & Carreira pode lhes oferecer para, assim, identificar posições em risco e antecipar seus sucessores 

Sempre reforçamos a vantagem que sistemas não engessados dão às empresas ao oferecer diferentes recursos criados sob medida para suas necessidades – de ferramentas de interação como fóruns de discussão a métodos de avaliação, lembretes de módulos a serem concluídos, entre outros elementos.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Aposte no uso do LMS para personalizar o e-Learning

Imagine uma empresa com diferentes divisões: há treinamentos comuns a todos os colaboradores, mas existem também conteúdos direcionados para cada funcionário, de acordo com seu campo de atuação e atividades realizadas

Fortalecer a estrutura da educação continuada envolve uma série de estratégias: envolvimento de todos os participantes e stakeholders, desenvolvimento de alianças, investimento no time de Treinamento e Desenvolvimento (T&D) e em soluções tecnológicas, levantamento de necessidades da empresa e dos colaboradores, seleção de conteúdos e formas de comunicação, entre outras. 



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter