Saiba como motivar seu colaborador a aprender

A experiência de aprendizado impacta na performance do funcionário

Você já observou o comportamento de seus funcionários após um treinamento ou teve algum retorno a respeito de um curso ministrado: se estava interessante, se fez sentido para o aprendiz, se ele sentiu-se motivado com o conteúdo e com a forma de orientação? Preocupar-se com esse feedback é essencial para o sucesso do aprendizado. Portanto, se por falta de tempo está difícil dar atenção para o retorno do time, é hora de rever os planos e a agenda.

Quando um conteúdo é transmitido de forma dinâmica e instigante, ele é aprendido com mais rapidez e facilidade para associação com as atividades diárias e situações reais. Em outras palavras: o colaborador aprende mais, em menos tempo e melhora sua produtividade. Todos ganham: empresa e funcionário.

Criar uma excelente experiência de aprendizado, isto é, um gatilho motivador que pode resultar no melhor desempenho do colaborador, é uma tarefa que deve ser estrategicamente cultivada ou a queda no interesse (tanto pelo conteúdo e pela na empresa) virá – a galope. 

Para ajudá-lo nessa missão, preparamos uma lista com três ações motivadoras do aprendizado. Confira e aplique!

 Conquiste a atenção e dê satisfação
Para um curso em e-Learning ser eficaz, antes de tudo, ele precisa chamar a atenção dos participantes. Ofereça materiais interessantes integrando imagens variadas, vídeos, narrações curiosas e informativas, animações, games, humor e questões instigantes. Crie um ambiente empolgante aos participantes. Quanto mais eles sentirem-se motivados e terem seus esforços reconhecidos, mais aproveitarão o conteúdo. Uma ideia interessante é criar um ranking, uma ferramenta para atribuir aos melhores participantes bônus ou pontuação e até medalhas de bronze, prata e ouro.

 Aumente a confiança da classe
Learners ou aprendizes precisam associar dois aspectos importantes: motivação e confiança. O que isso significa? Os colaboradores precisam ter confiança, sentir que irão aprender e aproveitar da melhor forma o curso, caso contrário, perderão o interesse. Para isso, incentive e divulgue, de forma bastante clara, as expectativas positivas de sucesso. É importante também estabelecer, logo de início, um direcionamento: quais são os objetivos, a estrutura e o tempo de duração do curso. Dessa forma, os participantes saberão exatamente o que esperar do treinamento e até onde eles poderão chegar.

– Estimular a interação social
A interação social é peça-chave para o aprendizado. Trocas de ideias e experiências são extremamente colaborativas e ajudam os colaboradores a registrar os conceitos vistos em aula. Nesse contexto, as redes sociais podem estimular a participação e o entrosamento entre colegas. No universo virtual, eles podem levantar questionamentos, gerar debates, oferecer e esclarecer múltiplas perspectivas. 

Com essas estratégias, vai ficar mais simples fazer com que seus colaboradores vistam a camisa da empresa e sintam-se engajados a conferir e participar dos cursos ministrados. Para facilitar a interação, confira nossa ferramenta OpenMind – um sistema de rede social para comunicação e colaboração das pessoas em sua organização, independentemente do posicionamento hierárquico. Seus benefícios vão além do aprendizado formal realizado por cursos online e capacitações em sala de aula. A aplicação direta do aprendizado informal, pela utilização de um repositório de informações único para que todos os colaboradores de sua organização possam, por meio de comunidades e redes, acessar os especialistas ou a expertise que interessam, representa uma economia significativa de tempo de resposta e potencializa a solução rápida de problemas ou dúvidas para realização das atividades do dia a dia. Para saber mais, acesse o link.
Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter
Loading