Carreira ou emprego?

Como identificar se você está acomodado com seu trabalho e conquistar uma carreira que seja fonte de realização 

Você trabalha apenas para pagar as contas e viver enquanto tira um mês de férias ou vive a alegria de fazer o gosta todos os dias? Pois grande parte das pessoas tem apenas um emprego e não uma carreira. O problema é que, em longo prazo, enxergar o trabalho apenas como forma de subsistência pode ter um impacto negativo não só para sua empresa, mas também para a sua vida. 

Para identificar sua situação é simples. Basta refletir se suas atividades diárias ainda são desafiadoras e interessantes. Será que você continua a adquirir conhecimento ou apenas acumula funções mecânicas? Está tão envolvido com as tarefas cotidianas que não possui tempo de inovar e explorar sua criatividade? Tem algum objetivo maior ou sabe, pelo menos, qual será seu próximo passo?

Respondendo sinceramente a essas perguntas, será fácil identificar se você está em uma posição cômoda, porém desmotivadora ou se trabalha com base em um planejamento para a conquista de uma carreira de verdade. Para quem identificou que possui apenas um emprego, a melhor estratégia é movimentar-se enquanto é tempo. Agarrar-se ao que você faz de melhor (mesmo que não utilize hoje em sua rotina) e exercitar esse talento, que pode ser a facilidade para mexer com números, negociar, desenhar, escrever, entre outros.

Com o tempo, avalie se é possível aplicar essa habilidade no trabalho ou desenvolvê-la a tal ponto que, mesmo não havendo espaço para utilizá-la em sua rotina, consiga uma nova posição na mesma empresa ou novo emprego em que possa trabalhá-la. Planeje, tenha paciência e estruture, assim, uma carreira em direção ao seu objetivo maior – desenvolvimento, felicidade ao acordar todos os dias para trabalhar e, claro, retorno financeiro. Dessa forma, quem pensará em aposentadoria?
Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter
Loading