Facebook: como usar essa mídia em favor do e-Learning

Apesar de não ter sido criada como uma ferramenta educacional, a rede pode ser usada para a criação de grupos de e-Learning e outras ações relacionadas a aprendizagem

Poderosa ferramenta de mídia social, o Facebook acumula mais de 1,4 bilhão de usuários ativos. Além de aproximar amigos e conhecidos, a rede mantém as pessoas atualizadas sobre as últimas notícias e eventos. Apesar de não ter sido criado como uma plataforma ou ferramenta educacional, o Facebook pode ser utilizado para fomentar discussões online relacionadas aos conteúdos vistos nos treinamentos de sua empresa e também para o compartilhamento de ideias e criação de grupos de e-Learning.

Para quem ainda tem dúvidas de como essa rede social pode contribuir com o aprendizado, confira mais algumas de suas vantagens:

O Facebook é acessível
O Facebook é uma rede com a qual praticamente todo mundo está familiarizado. Ao mesmo tempo, o site pode ser acessado a qualquer momento e de qualquer lugar. Assumindo a ideia de que a maioria de seus colaboradores já utiliza o Facebook, por que não lançar mão dessa ferramenta para compartilhar conhecimento? 

O Facebook é ideal para o aprendizado em grupo
A rede encoraja a interação entre os membros, a comunicação, o compartilhamento de informações e também de contatos. A plataforma pode ser usada para integrar uma estratégia de aprendizado e, assim, permitir até o relacionamento entre participantes separados geograficamente, propiciar a discussão de ideias relacionadas aos conteúdos, a descoberta de informações e o compartilhamento de experiências.

O Facebook é popular
O Facebook é tão popular e fácil de usar, que torna a experiência do usuário mais agradável e simples. Isso motiva ainda mais os participantes de seus treinamentos a interagir, expressar suas ideias e compartilhar informações. Até mesmo os usuários mais “passivos” se sentirão à vontade para participar de debates relacionados ao conteúdo ministrado.

Referência: Portal e-Learning Industry
Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter
Loading