e-Learning: como usar bullets

Dicas de como usar bullets para levantar seu conteúdo de e-Learning

Conquistar a atenção de um colaborador em um treinamento corporativo não é nada simples. Mesmo com ele presente em sala de aula, ao lado do instrutor, não é fácil concorrer com as preocupações das tarefas diárias, o cansaço, as distrações dos dispositivos móveis e as atrações que a internet oferece.

Com a capacidade de concentração das pessoas cada vez menor, é preciso surpreender e ser direto (sim, mais uma vez batemos nessa tecla por ela ser importantíssima) quando a ideia é transmitir conhecimento. Deixar o texto mais dinâmico e menos engessado, isto é, dividi-lo em blocos resumidos, ajuda bastante; assim como destacar as ideias principais deixando-as em negrito ou fonte colorida. Outra estratégia é o uso de bullet. Calma lá! Nada de ameaças e balas no sentido literal. Estamos nos referindo a marcadores, aquelas famosas bolinhas ou pontos pretos usados para compor e organizar tópicos. 

Esses marcadores são poderosos quando usados para criar impacto e chamar atenção para pontos importantes do conteúdo. Eles tornam os conceitos mais simples de serem interpretados, além de deixarem o visual do curso organizado e atrativo. Por isso mesmo, precisam ser usados com cuidado: não devem conter textos gigantescos; cada frase deve ser curta e apresentar apenas a essência da ideia que precisa ser transmitida, como cápsulas de conhecimento.

Selecionamos dicas para você criar listas impactantes com bullets que irão levantar seu conteúdo de e-Learning e torná-lo mais efetivo:

Saiba quando usar bullets: nem todos os tipos de conteúdo são bem apresentados nesse formato de tópicos. Um conteúdo motivacional, como uma história que se baseia no fluxo de palavras e ideias, não pode ser apresentado em forma de lista. Deixe os bullets para: apresentar informações importantes e decisivas; para quebrar blocos de informações complexas; para apresentar um conjunto de instruções.

Fique de olho na ordem dos itens: Quando criar uma lista, pense em posicionar os itens de uma maneira que facilite a leitura e a compreensão do tema. A maioria dos leitores atenta-se mais aos primeiros e últimos itens relacionados e é nesses locais que você deve distribuir as informações mais críticas e importantes.

Atenção ao conteúdo e ao visual: vale relembrar que o conteúdo apresentado em forma de tópicos deve ser consistente, mas também muito conciso. Não crie itens gigantescos. Resumas as principais ideias e entre cada item estabeleça espaços maiores, que facilitem a leitura e os destacar. Preocupe-se também em trabalhar o visual de forma criativa. Como? Alguns exemplos:

  • Em vez dos básicos pontinhos pretos, use elementos gráficos como flechas ou alguma figura pequena relacionada ao conteúdo;
  • Use cores diferentes e destaque também o tamanho das letras para aquilo que for mais importante;
  • Adicione números, cabeçalhos, outros ícones para cada tópico; você pode organizá-los horizontalmente ou verticalmente para variar o visual.

Referência: SHIFT eLearning Blog

Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter
Loading