A estrutura do e-Learning moderno

Familiarize-se com a nova anatomia do e-Learning

É natural que o modelo dos treinamentos evolua para atender às necessidades das novas gerações que chegam ao mercado de trabalho. Recentemente, fizemos um post sobre a importância de compreender as características da Geração Y para propor treinamentos mais atrativos e efetivos para esse público, que é muito diferente dos Baby Boomers ou dos profissionais da Geração X.

Para criar um material diferenciado, é preciso estar atento à estrutura dos cursos modernos. Selecionamos algumas dicas para ajudá-lo a familiarizar-se com essa nova anatomia do e-Learning. Confira!

O novo e-Learning tem:

  • Elementos interativos e sociais: já mencionamos que os novos colaboradores (geração Y) são tech-savvy. Eles também não são nem um pouco passivos, ou seja, buscam tudo aquilo que precisam – seja pela indicação de colegas, seja pela internet (em sites, fóruns e outros veículos). Por isso, é importante criar atividades interativas e deixar que os participantes do treinamento possam agir, orientando o curso do próprio aprendizado. Invista em jogos, infográficos online e ambientes sociais que facilitem a troca com colegas e concorrentes. Apostilas gigantescas, palestras longas e apresentação de slides estão fora de cogitação.
  • Conteúdo relevante: as pessoas não têm tempo a perder, por isso, comunique o que for realmente relevante. Além das atividades diárias (relatórios, visitas a clientes, idas a consultas médicas, passeios com a família), o colaborador moderno é facilmente distraído por uma série de facilidades e atrativos, como smartphones, mídias sociais, e-mails, ofertas na internet, blogs favoritos. Por isso, você precisa fazer um conteúdo direto e realmente relevante. Apresente só aquilo que faz sentido, que possa ser útil e cause impactos positivos nas atividades diárias do time. Pense em pílulas de informação, pequenos trechos de texto, vídeos e áudio – conteúdo que exija apenas poucos minutos de atenção do colaborador.
  • Valor real para o participante: os colaboradores de hoje buscam um trabalho que traga satisfação, reconhecimento e crescimento. Eles querem chegar ao topo da “escada corporativa” e não hesitam em trabalhar duro por esse propósito. No entanto, quando percebem que têm poucas oportunidades dentro de uma organização, não pensam duas vezes para aceitar uma nova proposta de emprego. Por isso, como profissional de treinamento, você deve ter certeza de que seus cursos irão conquistar e engajar o time. Produza um material que permita ao funcionário desenvolver suas habilidades e construir novos conhecimentos. Invista em um conteúdo que faça o colaborador exercer seu pensamento criativo e habilidades analíticas. Tenha uma comunicação clara, demonstre como a organização está preocupada em investir nos talentos. Além disso, garanta que os treinamentos ofereçam recompensas e reconhecimentos aos participantes, pois saber que ele está fazendo progressos no local de trabalho dará satisfação e motivará o profissional.

Referência: SHIFT eLearning Blog

Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter
Loading