Infográficos: o passo a passo

Os cinco principais passos para o desenvolvimento de um infográfico

No post anterior Aprendizado: quando usar infográficos?, destacamos as melhores aplicações para esse tipo de solução educacional. Hoje, vamos listar o passo a passo para a criação de um infográfico. Confira! 

Seguindo a ideia ou a “dinâmica” dos infográficos, vamos direto ao ponto, ou melhor, aos cinco principais passos que devem ser seguidos para o desenvolvimento de um infográfico:

1 | Levantamento de informações
Uma reunião com os especialistas e profissionais interessados no treinamento é fundamental para iniciar o trabalho. Na ocasião, você deve recolher o máximo possível de informações e dados e, por isso, vai acabar com uma infinidade de referências (PDFs, apresentações, arquivos do Word, planilhas do Excel, imagens, entrevistas em áudio e notas). Não desperdice ou descarte nada! Você vai precisar do material para decidir quais conteúdos são relevantes e devem ser usados ou convertidos no infográfico.

Faça uma triagem e separe todos os dados mais importantes (estatísticas, datas, imagens etc.). Com isso em mãos, compreenda qual é o tema do seu infográfico. No entanto, limite-se a uma frase para definir esse tema. Ela irá balizar ou até "restringir" a quantidade de informações de seu infográfico e evitará a sobrecarga de informação.

2| Visualização de dados
Para visualizar os dados, você precisa identificar qual é a “história” que seu infográfico precisa contar, conectando fatos ou dados. A maneira mais simples de escrever essa história é compreender o perfil da audiência, isto é, quem lerá e interpretará o infográfico. Isso dará a você qual o caminho ou a melhor ideia para estruturar as informações e como exibi-las (diagrama, gráficos, mapas, ícones etc.).

Mapa (localização)
Gráfico (fluxo organizacional, esquema)
Diagrama (ícone, sequência, processo, prazos)
Gráfico (dados quantitativos, comparação, relação entre quantidades)

3 | Construção de um esboço
Desenvolva uma hierarquia para as informações. Para tanto, comece pelas mais chamativas, convincentes e/ou principais. Esse esboço não é um rascunho ou projeto do infográfico, mas ainda um material escrito, notas e ideias conectando-se. Ele deve conter: os principais blocos do infográfico (destaques e subseções); a relação entre os elementos (aqui, você já cortará tudo aquilo que está sobrando e não tem relação); elementos e dados mais importantes.

4 | Design de interface
Uma vez que os dados foram analisados, o conteúdo mais relevante foi escolhido e que você determinou uma hierarquia, é necessário desenhar ou esboçar um wireframe (guia visual básico ou design de interface) ou fluxograma rotulando os elementos (informações e aspectos visuais).

5 | Desenvolvimento e lapidação
Agora é a hora de usar algumas ferramentas digitais para adicionar a cor, contraste e tipografia ideais para seu infográfico. DICA: os melhores softwares são aqueles nos quais conseguimos trabalhar gráficos e imagens vetoriais, tais como Adobe Illustrator ou CorelDRAW. 

Referência: SHIFT eLearning Blog

Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter
Loading